Festival Internacional de Teatro Infantil chega à 8ª edição com mais de 50 atividades artísticas em três cidades do Ceará

O TIC acontece de 6 a 15 de outubro com programação gratuita em Fortaleza, Sobral e São Gonçalo do Amarante. Entre os destaques, Rosa Primo estreia “Iracema” e Samia Bittencourt apresenta “Nada de Música”, performance criada especialmente para o Festival.

Ocupar ruas, praças e teatros com as mais diversas artes, sugerindo a crianças de todas as idades que “quebrem a corrente” que as prende à TV, ao tablet ou ao celular e saiam de “suas cavernas”. Inspirada no Mito da Caverna de Platão, essa é a proposta do TIC – Festival Internacional de Teatro Infantil do Ceará, que chega à 8ª edição de 6 a 14 de outubro. São mais de 50 atividades artísticas de diversas linguagens, realizadas em Fortaleza (6 a 13/10), Sobral (10 a 14/10) e São Gonçalo do Amarante (14/10). Toda a programação é gratuita.

Nos espaços cênicos, 17 atrações locais, nacionais e internacionais apresentam espetáculos de teatro, circo, música, teatro de rua, palhaçaria, teatro de animação, teatro para bebês, dança e performance, originalmente destinadas ao público infantil, mas que despertam a atenção de público de todas as idades. Exibições de filmes da Mostra ComKids e oficinas também marcam a programação do Festival.

Em Fortaleza, o 8º TIC faz jus à sua proposta de promover a arte que ocupa, e espalha espetáculos por espaços diversos. São eles: Centro Cultural Banco do Nordeste, Theatro José de Alencar, Centro Cultural Belchior, Centro Cultural Grande Bom Jardim, Hospital Infantil Albert Sabin, Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura (Cinema do Dragão, Espaço Arena Dragão do Mar, Teatro Dragão do Mar), Porto Dragão e a Rua Dragão do Mar, ao lado da Escola Porto Iracema das Artes. Em Sobral acontece na Casa da Cultura, Theatro São João, Praça São João e Hospital Regional do Norte. Nesta edição o Festival chega a São Gonçalo do Amarante, no litoral oeste do estado, com atividades na Praça da Igreja Matriz.

Apresentado pelo Ministério da Cultura e Enel, o 8º TIC é uma realização do Governo Federal, por meio do Ministério da Cultura, via Lei Federal de Incentivo à Cultura). Tem o patrocínio do Banco do Nordeste (BNB), da Aeris e da Alliance Química. Apoio institucional: Secretaria da Cultura do Estado do Ceará, através da Lei Estadual de Incentivo à Cultura. Parceria: Instituto Francês, Consulado Geral da França em Recife para o Nordeste, Spectacle Vivant en Bretagne, comKids, Elemidia, Theatro José de Alencar, Instituto Dragão do Mar, Prefeitura de São Gonçalo, Prefeitura de Sobral, ECOA e Prefeitura Municipal de Fortaleza, através do Instituto Iracema e da Fundação de Ciência, Tecnologia e Inovação. Produção: Invento Produções Culturais. Promoção: Instituto Seara. Agradecimento: Enel.

AS ATRAÇÕES
Desde sua criação o TIC vem conquistando um público cada vez mais fiel, pela criteriosa escolha dos artistas, companhias e seus respectivos espetáculos. São todos nomes respeitados em suas artes e na promoção da cultura para a infância.

Da França o TIC recebe Séverine Coulon, atriz, marionetista e diretora teatral há 20 anos. A artista francesa se destaca junto ao público infantil e adulto pelo primor visual de seus trabalhos. No Festival apresenta “Filles & Soie” (Meninas & Seda), que trata de questões relacionadas às obsessões da estética feminina.

O Teatro Engrenaje, do Chile, que vem circulando pela América Latina e pela Europa, traz ao TIC o espetáculo “Micromundo”. Com mais de 10 anos de experiência em pesquisa e criação teatral, o grupo tem uma trajetória marcada por espetáculos criativos e oníricos que mesclam teatro de animação, teatro físico e máscaras. Em 2007, recebeu o título de “Reconhecimento pela Criatividade no Palco” pelo Ministério da Cultura do Chile.

A Artesanal Cia de Teatro, fundada em 1995 no Rio de Janeiro, é referência nacional em espetáculos para o público infantil e jovem. A companhia traz o espetáculo de teatro de animação “O homem que amava caixas”.

A Cia Studio Sereia, de Brasília, está de volta ao TIC para apresentar Música nas Incubadoras, trabalho que desenvolve em hospitais junto a recém-nascidos, e o espetáculo “O Farol”, que une dança e música, destinado a crianças de 6 meses a 4 anos. Fundado pela cantora, multinstrumentista, compositora, diretora e atriz Fernanda Cabral, o grupo se dedica, sobretudo, ao teatro para bebês, tendo como destaque a experiência da sua fundadora junto à companhia hispano-brasileira La Casa Incierta.

Também de Brasília o TIC recebe a Cia Circo Rebote, com dois espetáculos, “Inka Clown Show” e “Tome sua Poltrona”. Criado em 2004 pela dupla de acrobatas e palhaços Atawallpa Coello e Erika Mesquita, o grupo já participou de diversos festivais no Brasil e em países como Alemanha, Chile, Suíça, entre outros, com destaque para o Festival de Avignon, na França.

A pernambucana Odília Nunes vem ao Festival acompanhada por “Ester”, uma boneca de 18cm de altura, que a artista manipula com os dedos das mãos. Sem precisar das palavras, a marionete emociona as pessoas com seus pequenos gestos, seu olhar e seu carinho. Odília Nunes tem sua carreira marcada por teatro de rua, circo, palhaçaria e cultura popular. Seus trabalhos já passaram por diversas cidades do Brasil, da Espanha, de Portugal e do Chile.

Outro espetáculo é “Iaiá e os Erês”. Iaiá faz comidas mágicas, colhe flores encantadas e caça diamantes na lua; além de cantar, dançar e tocar sua guitarra acompanhada da banda de Erês. Tendo estreado em julho deste ano, “Iaiá e os Erês” reúne músicas de Iara Rennó e compositores mirins, como os filhos de Anelis Assumpção, Moreno Veloso e Nina Becker. As canções fazem parte do programa Pratinho da Iaiá, da TV Rá Tim Bum.

ATRAÇÕES CEARENSES
Com espetáculos de circo, teatro, música e dança, os artistas cearenses têm um destaque especial no 8º TIC. São sete atrações com espetáculos nas três cidades e mais duas com oficinas de Circo (Grupo Garajal), de Sonoridade e de Cata-vento (Marcos Maracatu) e de Skate (Tiago Studart e Tucano).

O grupo Comedores de Abacaxi S/A participa com dois trabalhos, “Festa na Fazenda”, um show onde reúne músicas autorais que dialogam com consagrados compositores brasileiros, e o espetáculo teatral “A Galinha do Papo de Pérolas”, que estreia no 8º TIC. Formado em 2016, o grupo fez parte do Laboratório de Pesquisa Teatral da Escola Porto Iracema das Artes.

A atriz e bailarina Samia Bittencourt, que atua desde 1993, dá vida à Palhaça Nada, com a qual ganhou quatro prêmios no espetáculo “Nada, Nenhum e Ninguém” (1997). No TIC ela apresenta “Nada de Música”, performance criada especialmente para o Festival. A plalhaçaria também marca o trabalho da Cia Laguz Circo, que está no Festival com o espetáculo “Suspiros e Burbujas”. Nele, cria uma atmosfera mágica, um encontro espontâneo do público que se aproxima pelo encantamento do palhaço, da palhaça, das bolhas gigantes e da música ao vivo.

A bailarina Rosa Primo, professora do Curso de Dança da Universidade Federal do Ceará (UFC), com doutorado e mestrado em Sociologia pela mesma instituição, pesquisa sobre a obra “Iracema” de José de Alencar, a partir da qual cria um trabalho infantil e outro adulto. No TIC, estreia o espetáculo para crianças a partir de 5 anos.

O Pavilhão da Magnólia reapresenta no TIC o espetáculo que estreou na 5ª edição do Festival, “Ogroleto”, que tem a direção de Miguel Vellinho da Cia PeQuod (RJ). O grupo, criado em 2005, tem se destacado na cena teatral cearense e circulado pelo país com espetáculos para o público adulto e infantil.

O Grupo Mirante de Teatro Unifor, com 33 anos de existência, é destaque na história do teatro infantil cearense. O grupo possui, atualmente, em seu repertório, sete espetáculos e várias contações de histórias e apresenta, no TIC, “O pequeno Príncipe”, uma adaptação do livro homônimo de Antoine de Saint-Exupéry.

O Coletivo WE e o EmFoco Grupo de Teatro estão juntos no espetáculo “Para onde vão as meias quando elas desaparecem?”, que estreou em 2017, ano de criação do Coletivo WE, que pesquisa a arte contemporânea através da hibridização das linguagens. Em uma relação artístico-acadêmica já apresentou trabalhos em universidades como UFPB, UFC e USP.

Quem também participa desta edição do TIC é a Blitz Intervenções, que há 11 anos atua no Ceará criando e executando intervenções artísticas. Em 2015 o grupo ingressou no segmento infantil com personagens temáticos e no Festival presenta seu projeto musical para crianças, que é a banda BBK – Blitz Banda Kids.

MOSTRA COMKIDS
O TIC apresenta 22 produções audiovisuais produzidas no Brasil, na Argentina, na Colômbia e no Uruguai que abordam temas como cidadania, identidade, família, entre outros. A Mostra é uma das ações do comKids (www.comkids.com.br), iniciativa que reúne e articula profissionais do setor de mídia e cultura para a infância e a adolescência no Brasil, na América Latina e na Península Ibérica. No Festival, são quatro sessões, divididas por faixa etária: Sessão Pipoca (até 5 anos), Sessão Pipa (até 5 anos), Sessão Pingue-Pongue (a partir de 6 anos) e Sessão Bambolê (a partir de 6 anos).

SERVIÇO
TIC – Festival Internacional de Teatro Infantil do Ceará – Em Fortaleza (6 a 13/10), Sobral (10 a 14/10) e São Gonçalo do Amarante (14/10). Toda a programação é gratuita. Informações: 85 3048.6077, fest.teatroinfantil@gmail.com. Site: www.festivaltic.com.br. Instagram: @festival_tic. Facebook: TIC – Festival de Teatro Infantil do Ceará.

Locais:
Em Fortaleza – Centro Cultural Banco do Nordeste (Rua Conde d’Eu, 560 – Centro), Theatro José de Alencar (Rua Liberato Barroso, 525 – Centro), Centro Cultural Belchior (Rua dos Pacajús, 123 – Praia de Iracema), Centro Cultural Grande Bom Jardim (Rua 3 Corações, 400 – Bom Jardim), Hospital Infantil Albert Sabin (Rua Tertuliano Sales, 544 – Vila União), espaços do Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura – Cinema do Dragão, Espaço Arena Dragão do Mar, Teatro Dragão do Mar (Rua Dragão do Mar, 81 – Praia de Iracema), Porto Dragão (Rua Boris, 90 – Praia de Iracema) – e a Rua Dragão do Mar (ao lado da Escola Porto Iracema das Artes). Em Sobral – Casa da Cultura (Av. Dom José, 929 – Dom José), Theatro São João (Praça São João, 156 – Centro), Praça São João (Centro) e Hospital Regional do Norte (Av. John Sanford, 1505 – Junco). Em São Gonçalo do Amarante – Praça da Igreja Matriz (R. Cel. Barroso, 516-564 – Centro).

ASSESSORIA DE IMPRENSA:
Jornalistas Resp: Sônia Lage e Eugênia Nogueira
Tel: (85)3252-5401 / 99989-5876 (Sônia)
degage@degage.com.br / www.degage.com.br
Instagram e Twitter: @degage_imprensa / f: degageassessoria

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *